Lista telefônica

Evaristo e Dica Spengler: Uma trajetória de amor e cumplicidade - Jornal Cruzeiro do Vale

Evaristo e Dica Spengler: Uma trajetória de amor e cumplicidade

12/11/2013

Amor, cumplicidade, respeito e confiança são características que nunca faltaram no relacionamento de seu Evaristo Francisco Spengler, 84 anos, e Dilsa Spengler, 80 anos. Casados há 60 anos, o querido casal acredita que a união aliada à paciência e ao carinho são essenciais para um relacionamento duradouro e feliz. Durante todas essas décadas de união, Evaristo e Dica souberam encontrar a felicidade um no outro e na bela família que construíram e fazer disso o motivo principal do grande amor que sentem um pelo outro. 

fotopg13abrecolorGG.jpg

Relembrar os bons momentos vividos ao lado um do outro é tarefa simples para seu Evaristo e Dilsa, mais conhecida como dona Dica. O casal já caminha lado a lado há 60 anos e sabe como ninguém como o companheirismo é essencial para um relacionamento crescer e se fortificar.

Sentados em um cômodo da casa em que deram início à vida de casados, Evaristo e Dica começam falando da grande família que construíram e que é o maior orgulho e alegria. A família é formada por quatro filhas, 12 netos e 10 bisnetos e já reúne mais de 40 pessoas. ?É sempre uma festa e uma grande felicidade tê-los por perto. Graças a Deus somos todos muito unidos?, afirma dona Dica, olhando carinhosamente para uma das dezenas de fotos de familiares que possui em casa.

A bela história de união do casal Spengler começou no final de década de 1940, em Gaspar. Dona Dica tinha 16 anos e conhecia seu Evaristo, já que ele era amigo de um de seus irmãos, porém eles nunca tiveram muito contato. Até que em uma procissão na cidade eles se encontraram e começaram a conversar. A partir de então, as conversas foram se tornando mais frequentes, assim como os encontros, e após um ano e meio de namoro eles ficaram noivos.

O noivado durou mais de dois anos até que eles se casaram, no dia 14 de novembro de 1953. Logo após o casamento, o casal se mudou do bairro Poço Grande e deu início a uma nova vida no bairro Sete de Setembro, na mesma casa em que vivem até hoje. ?Lembro-me como se fosse hoje. O bairro tinha apenas quatro famílias. Vimos ele crescer e se tornar o que é hoje. Por isso, temos tantos amigos por aqui e um grande carinho pela comunidade?, lembra dona Dica. Com o passar dos anos, o simpático casal formou sua grande família, que trouxe a eles mais um motivo para ser feliz todos os dias.

Com olhares sinceros e carinhosos, capazes de refletir boa parte do amor e respeito que sentem um pelo outro, Evaristo e Dica revelam que a vida possui altos e baixos e que um relacionamento também possui espinhos. Porém, a vontade de continuar seguindo em frente e unidos supera os obstáculos. ?É importante lembrar que os dois precisam ceder em diversas situações?, completa a senhora de 80 anos.

A história de Evaristo e Dica

Evaristo Francisco Spengler nasceu em Gaspar, no bairro Poço Grande, no dia 21 de agosto de 1929. Filho de Bernardo Leônidas Spengler e Evelina Spengler, ele cresceu trabalhando ao lado da família nas plantações de cana-de-açúcar. Evaristo teve a chance de estudar na Escola Estadual do Poço Grande, no Colégio das Irmãs e na Escola Honório Miranda, onde concluiu o curso complementar, em 1942. Por muitos anos, ele trabalhou como bancário, profissão que iniciou aos 14 anos. Ele também foi vereador de Gaspar por três legislaturas e prefeito da cidade, de 1966 a 1970.

Nascida em 9 de setembro de de 1933, Dilsa Spengler é filha de Domingos Guilherme e Ermelinda Spengler. Ela também nasceu e cresceu no Poço Grande e, assim como o marido, precisou trabalhar na roça desde cedo e ajudar a cuidar do pai que era doente. Por este motivo, a senhora de 80 anos só conseguiu estudar até o quarto ano.

Além de trabalhar e cuidar da família, o querido casal realiza um belo trabalho voluntário na cidade. Evaristo é membro fundador do Clube Musical São Pedro, em que toca clarinete até hoje, membro do Lions Clube de Gaspar e da comissão em prol do Hospital de Gaspar. Já dona Dica também faz parte do Lions Clube e da comissão do Hospital, além de ser fundadora da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

 Edição 1540
 

Comentários

Inacio Spengler.
07/03/2016 20:44
Que legal ler a historia de um casal maravilhoso e com um exemplo para as gerações futuras.
Eu Também sou da família Spengler, sou natural de Tuparandi RS, filho de Reinaldo Spengler que é natural de Nova Petropolis RS e Clara Cecilia Spengler, Sou Neto de Pedro Spengler e Elizabeth Spengler. Hoje vivo em Luis Eduardo Magalhães na BA.
Lucia Helena Spengler
12/11/2013 15:43
Parabéns D. Dica e Sr. Evaristo. Casal como vcs é símbolo de respeito, sabedoria, de dignidade, humildade .....
Tenho muita admiração por este casal que é exemplo para a sociedade.

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.