Lista telefônica

Mortes chocam Gaspar - Jornal Cruzeiro do Vale

Mortes chocam Gaspar

20/10/2017

Nascemos predestinados à morte. Esse fenômeno, apesar de natural, sempre prega peças. Na maioria das vezes, pega todos de surpresa. Ninguém sabe quando será a sua vez ou até mesmo a hora de alguém próximo. Diariamente, pessoas perdem a vida. Famílias sofrem com o óbito de ente querido, grupos de amigos choram o falecimento de um parceiro e casais são separados pela morte.

Em Gaspar, a morte veio recentemente como uma onda e atingiu pelo menos quatro famílias e muitos grupos de amigos. Ela levou jovens de formas trágicas. A dor tomou conta da cidade e a saudade toma conta. Agora, todos lembram com carinho de momentos especiais compartilhados ao lado de Cleberson Saturno, Jean Marcel da Silva, Tábata Metzner e Nelson Spengler.

Jean Marcel da Silva

A morte dee Jean Marcel da Silva, de 31 anos, pegou todos de surpresa. No dia 7 de outubro ele estava no Tocantins a trabalho quando teve seu carro atolado em um banco de areia. Ele trancou o veículo e saiu para pedir socorro. Porém, não encontrou ninguém pelo caminho. Após andar muitas horas, ele não aguentou. Jean foi encontrado ainda com vida por um morador, que não conseguiu colocá-lo em cima da moto e saiu para buscar ajuda. Quando voltou, cerca de uma hora depois, Jean já estava sem vida. As reais causas da morte continuam sendo investigadas. Porém, todos acreditam que Jean tenha sofrido insolação.

O velório do gasparense aconteceu no dia 10 de outubro, quando o corpo chegou na cidade. As coroas de patotas e grupos de amigos mostraram o quanto ele era querido por todos.

Cleberson Saturno

Um grave acidente de trânsito interrompeu a vida de Cleberson Saturno, de 37 anos, na manhã do dia 10 de outubro. A colisão aconteceu na rua São Bento, no bairro Gaspar Mirim, envolvendo uma motocicleta, dirigida por Cleberson, e um automóvel. Cleberson foi levado ao Hospital Santo Antônio, em Blumenau, com traumatismo canioencefálico, hemorragia interna e fratura de fêmur. Ele faleceu logo após dar entrada na casa de saúde.

 

 

 

Tábata e Nelson

Todas as mortes chocam. Não importa a idade da vítima. Porém, quando uma fatalidade tira a v ida de alguém jovem e com um grande futuro pela frente, a dor é ainda maior.

No último final de semana,os jovens Tábata Metzner, de 19 anos; e Nelson Spengler, de 23, fora vítimas de um grave acidente de trânsito. Eles voltaram de uma festa de família em Brunópolis, no Meio-Oeste de Santa Catarina, quando se envolveram em uma colisão com outros dois carros. O veículo em que eles estavam capotou e caiu em um barranco. Os dois morreram antes da chegada do socorro.

O casal foi velado lado a lado, na Capela Mortuária de Gaspar, em meio a comoção de familiares e amigos. O ambiente foi tomado por coroas de flores e pelo sentimento de impotência por saber que dois jovens tiveram seu futuro interrompido por uma fatalidade.

 

Edição 1823

 

Comentários

Deixe seu comentário


Seu e-mail não será divulgado.

Seu telefone não será divulgado.